Hemangioma infantil: o que é?

O hemangioma infantil é um tumor benigno, resultante do crescimento anormal de vasos sanguíneos, situado muitas vezes no couro cabeludo, rosto ou braços do bebê.

Entre os sinais iniciais caraterísticos do hemangioma no bebê, estão as manchas roxas ou vermelhas na pele, que ao longo do tempo poderão aumentar de tamanho formando aglomerados de vasos sanguíneos, mais ou menos salientes, que são muitas vezes confundidos com sinais de nascença.

Mas, ao contrário dos sinais de nascença, a maior parte dos hemangiomas regride com o passar do tempo, diminuindo de tamanho até desaparecerem complemente, o que normalmente acontece nos primeiros anos de vida.

No entanto, alguns hemangiomas não se comportam dessa forma e tendem a permanecer ou mesmo aumentar de tamanho, causando problemas estéticos e funcionais.

O hemangioma pode trazer problemas para o bebê?

A maior parte dos hemangiomas desaparece espontaneamente sem causar problemas ao bebê. No entanto, em alguns casos, o seu crescimento pode afetar áreas importantes do desenvolvimento do bebê como a visão, a fala ou mesmo a respiração.

Por exemplo, um hemangioma que cresça à volta do olho poderá provocar perda de visão, se não for tratado atempadamente. Da mesma forma, um hemangioma de grandes dimensões junto à boca pode interferir no desenvolvimento da fala ou mesmo na alimentação.

Um outro problema dos hemangiomas é a ulceração, que pode deixar marcas permanentes no bebê, se não for detetada e tratada a tempo.

Em que partes do corpo surge o hemangioma?

O hemangioma é geralmente cutâneo (situado na pele) e pode surgir no rosto, couro cabeludo, pescoço ou braços.

Quando o hemangioma surge no rosto, existe um maior risco de problemas visuais (se estiver localizado perto do olho) ou estéticos, devido à possibilidade de deixar marcas permanentes, pelo que estes casos deverão ser seguidos de perto por um médico, para evitar sequelas futuras.

Os hemangiomas também podem surgir em outras partes do corpo, sendo o fígado a mais frequente, mas são geralmente assintomáticos e não causam problemas de saúde. Muitas vezes, este tipo de hemangiomas são descobertos por mero acaso, no decurso de exames médicos.

Bebê com hemangioma no braço
Bebê com hemangioma no braço – Foto: Adobe Stock

Que tratamentos existem para o hemangioma infantil?

Embora a maioria dos hemangiomas necessite apenas de vigilância médica, uma pequena parte destes pode requerer algum tipo de tratamento.

Entre os tratamentos mais comuns estão:

<
  • Corticosteroides – Injetados diretamente no hemangioma, ou aplicados na forma de pomada, de forma a diminuir o seu tamanho.

  • Eletrocoagulação – Os vasos sanguíneos que compõem o hemangioma são destruídos através da aplicação de uma pequena descarga elétrica.

  • Remoção cirúrgica ou laser – Utilizada normalmente em hemangiomas de maiores dimensões.

  • Pomadas – Usadas para tratar a ulceração, nos casos em que esta ocorre.

Quando desaparece o hemangioma?

Na maior parte dos casos, a regressão (desaparecimento progressivo do hemangioma) inicia-se entre os 12 meses e os 3 anos de idade. No entanto, este processo é lento e as mudanças podem ser pouco evidentes no início, sendo muitas vezes detetadas apenas pelo médico.

Por volta dos 5 anos de idade, cerca de metade dos hemangiomas desaparecem e nos restantes casos, com raras excepções, resolvem-se espontaneamente até aos 10 anos de idade.

Regressão do hemangioma
Regressão do hemangioma – Foto: Adobe Stock

Em resumo

Causas do hemangioma infantil

Os hemangiomas são tumores benignos de origem vascular, normalmente situados na pele, apresentando-se como manchas avermelhadas ou roxas que podem tornar-se salientes à medida que o hemangioma cresce.

Evolução e Prognóstico

A maior parte dos hemangiomas regride e desaparece até aos 10 anos de idade, sem qualquer tipo de tratamento.

Tratamento

Nos casos em que é necessário tratamento, este é feito através da administração de corticosteroides ou cirurgia, reservada geralmente para hemangiomas de grandes dimensões ou que afetem órgãos vitais.

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Reddit

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *