Primeiros passos do bebê

Os primeiros passos são sempre um momento marcante, quer do ponto de vista do desenvolvimento do seu bebê, quer do ponto de vista emocional, pois é algo que você recordará para o resto da vida. Desde as primeiras tentativas para erguer-se até aos primeiros passos decorrerão apenas alguns meses, numa viagem repleta de momentos emocionantes tanto para o bebê como para os pais, mas é também uma fase que requer bastante esforço e atenção por parte dos pais.

Por essa razão, preparamos essa matéria com informação e dicas práticas para facilitar todo esse novo processo de aprendizagem.

Aprender a andar: um marco fundamental no desenvolvimento

A capacidade de caminhar é fundamental para o desenvolvimento do bebê, pois é a chave para uma maior liberdade de exploração do meio circundante e um marco importante na aquisição de independência. Essa etapa do desenvolvimento deve ser acompanhada de perto e estimulada pelos pais, que deverão estar atentos às novas necessidades do bebê, garantindo que este tenha as condições necessárias (espaço adequado e tempo de qualidade) para esta nova aprendizagem.

Mas essa fase também exige uma atenção redobrada, não só a possíveis problemas que o bebê possa encontrar na aprendizagem da caminhada, mas também aos progressos graduais do bebê, pois a maior autonomia aumentará bastante o risco de acidentes.

Com quantos meses o bebê começa a andar?

A aprendizagem da caminhada começa entre os 9 e os 12 meses, geralmente depois de o bebê aprender a engatinhar, mas nem sempre, pois alguns bebês saltam essa etapa e aprendem diretamente a andar.

Por volta dos 9 meses o seu bebê começará a tentar erguer-se. Primeiro com o auxílio dos móveis e depois em curtas caminhadas, cambaleando em direção a você.

A aquisição de coordenação motora e força muscular nas pernas é um processo que demora algum tempo. Por isso, as primeiras tentativas de andar podem não ser muito eficazes e é normal que o seu bebê caia várias vezes ou consiga apenas dar alguns passos de cada vez.

Mas tudo é uma questão de treino e por volta dos 14 meses o seu bebê já estará caminhando (ou correndo) com toda a confiança pela casa inteira.

Não se preocupe demasiado se o seu bebê demorar um pouco mais a aprender a andar, pois os tempos de desenvolvimento variam um pouco de criança para criança, não sendo incomum alguns bebês apenas aprenderem a andar por volta dos 18 meses. Mas por segurança, consulte o seu médico se o seu bebê não tiver aprendido a andar por volta dos 14 ou 15 meses.

Mãe ensinando bebê a andar
Foto: Bigstock.com

Como incentivar o bebê a andar?

A melhor forma de incentivar o seu bebê a andar é brincar com ele. Por isso, encoraje o seu bebê a caminhar segurando-o pelas mãos, isso o fará sentir mais seguro enquanto caminha, pois sabe que não irá cair.

Quando o seu bebê estiver mais confiante, ajoelhe perto dele e estique os seu braços para que ele caminhe sozinho em direção a você.

Tente que o bebê ande descalço sempre que estiver caminhando dentro de casa, pois isso favorece o desenvolvimento da coordenação motora e permite o crescimento correto dos pés, que pode ser prejudicado pelo uso demasiado precoce de sapatos.

<

Pode também usar alguns brinquedos, como carrinhos de empurrar, para ajudar o seu bebê a desenvolver a coordenação motora, mas não utilize andadores.

O andador é desaconselhado pela maioria dos especialistas, pois coloca o bebê numa posição artificial que não favorece a aprendizagem correta da caminhada (os bebês tendem a andar nas pontas dos pés quando usam o andador). Além disso, permite que o bebê se mova demasiado rápido (devido às rodas) e pode causar acidentes graves se o andador virar.

Como tornar a casa segura para o bebê?

Você já deve ter tomado algumas medidas de segurança quando o seu bebê começou a engatinhar, mas agora que ele anda é necessário tornar a casa ainda mais segura:

  • Coloque barreiras nas escadas – As escadas devem ser usadas apenas sob supervisão, pois são um risco para potenciais acidentes.
  • Coloque protetores nas tomadas ou instale tomadas anti-choque – Há o risco de choque se o bebê tentar introduzir objetos nas tomadas.
  • Arrume objetos perigosos longe do bebê – Guarde objetos cortantes, pontiagudos ou demasiado pequenos em gavetas fechadas ou divisões da casa a que o bebê não tenha acesso.Os controles remotos constituem um risco para o bebê se forem abertos, pois as baterias podem ser engolidas e causar danos graves no trato digestivo.
  • Retire as toalhas das mesas – Se o bebê as puxar pode fazer cair objetos pesados que estejam pousados em cima delas.
  • Fixe os móveis altos nas paredes – O seu bebê poderá tentar subir em móveis altos, como estantes ou armários com gavetas, fazendo-os cair e correndo o risco de se machucar.
  • Não deixe objetos frágeis ao alcance do bebê – O seu bebê não sabe se um objeto é frágil (ou caro) e irá tentar manipulá-lo. Por isso, guarde esses objetos em local seguro, até o seu bebê ter idade para entender o seu valor.
  • Guarde produtos tóxicos fora do alcance do bebê – O seu bebê não sabe que são perigosos e poderá ingeri-los acidentalmente.

Em resumo

O seu bebê poderá aprender a caminhar a partir dos 9 meses, mas é normal que esse processo tenha início um pouco mais tarde. Além disso, o seu bebê demorará alguns meses até que consiga caminhar perfeitamente, não sendo raro o bebê atingir o domínio da marcha apenas por volta de um ano e meio.

Você também pode ajudar nesse processo, brincando com o bebê e incentivando-o a andar, mas evite acessórios perigosos, como o andador.

Consulte o pediatra se o seu bebê não tiver tentado andar até aos 14 meses, de forma a identificar possíveis obstáculos que estejam dificultando essa aprendizagem.

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Reddit

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *