Com quantos meses o bebê começa a falar?


Desenvolvimento do bebê: aprender a falar

Dos vários marcos do desenvolvimento do bebê, o pronunciar das primeiras palavras é um dos mais ansiados pelos pais, pois representa o início de uma comunicação mais fluida com o bebê, em que começamos a entender melhor as suas necessidades e a ajudá-lo a compreender o mundo que o rodeia.

Porém, esta habilidade não aparece de repente, sendo antecedida por toda uma série de aprendizagens que permitirão ao seu bebê adquirir um domínio progressivo do aparelho vocal, de forma a finalmente poder comunicar por palavras.

Confira abaixo as várias etapas que permitem ao bebê aprender a falar.

Quando surgem as primeiras palavras?

As primeiras palavras surgem em média, por volta dos 12 meses de idade, sendo antecedidas por balbucios e entoações que se iniciam por volta dos 3 meses de idade.

No início deste processo, o bebê apenas emite sons isolados e monossílabos como “cá”, “dá” ou “ná”, mas à medida que cresce irá aprender a conjugá-los e a dar-lhes significados particulares, imitando cada vez melhor a linguagem dos adultos.

É por isso que, por volta dos 6 meses de idade, o “discurso” do bebê se assemelha à sonoridade do discurso de um adulto, com variações de entoação e pausas que indicam a intenção do mesmo, sendo possível perceber interrogações, exclamações e pequenas nuances indicadoras do humor do bebê (tristeza, alegria, surpresa, irritação, etc.).

Tudo isto se conjuga finalmente por volta dos 12 meses, com o surgir das primeiras palavras completamente perceptíveis, iniciando-se a partir daí um processo contínuo de aquisição de vocabulário e refinamento da estrutura do discurso.

Na tabela, podemos ver a evolução do vocabulário entre os 12 meses e os 5 anos de idade:

IdadeVocabulário (n.º de palavras)N.º de palavras por frase
12 meses4 a 51
12 – 18 meses502
18 – 24 meses2002
2 – 3 anos300 – 4503 – 4
3 – 4 anos10004 – 5
4 – 5 anos15005 ou mais

O meu bebê ainda não tem o vocabulário esperado para a idade, é normal?

O quadro que apresentamos é meramente indicativo e reflete uma média do vocabulário esperado para cada idade, podendo variar um pouco de criança para criança.

Por exemplo, apesar dos 12 meses serem apontados como a média para que o bebê comece a pronunciar as primeiras palavras, a verdade que o vocabulário pode variar bastante entre crianças da mesma idade, havendo casos em que as primeiras palavras apenas surgem por volta dos 2 anos de idade, sem que isso signifique um problema no desenvolvimento do bebê, sendo o mesmo verdade nas restantes etapas da aquisição de vocabulário.

No entanto, é uma boa idéia manter o pediatra informado acerca dos progressos do seu bebê na área da linguagem, bem como noutras áreas importantes do desenvolvimento (quando aprende a engatinhar, quando aprende a andar, quando controla os esfíncteres, dificuldades com a alimentação, etc.), para que este possa diagnosticar possíveis problemas, com maior facilidade.

Mãe lendo livro com a filha
Foto: Dollar Photo Club

Todas as crianças adquirem o mesmo vocabulário?

Embora as crianças adquiram uma série de expressões e palavras comuns, a verdade é que o vocabulário vai-se desenvolvendo de acordo com os interesses de cada criança, tornando-se mais diferenciado à medida que esta cresce.

Por exemplo, uma criança com gosto por astronomia irá conhecer nomes de constelações que outras crianças, que não partilhem esse interesse, desconhecem. Da mesma forma, uma criança que se interesse por futebol irá conhecer mais termos ligados a esse esporte do que outras crianças que não se interessem tanto pelo tema.

No entanto, é de esperar que a criança domine os aspectos mais comuns da língua, e se faça entender entre os seus pares, independentemente dos interesses particulares que moldam o seu vocabulário e discurso.

Mãe contando história ao bebê
Foto: Dollar Photo Club

Como posso estimular o meu bebê a falar?

Fale com ele sempre que tiver oportunidade e dê tempo para ele lhe responda. É importante que o bebê perceba que você se interessa por aquilo que ele diz, pois isso irá aumentar a sua vontade em aprender novas palavras, de forma a comunicar melhor com você.

Além disso, lembre-se que o seu bebê está aprendendo e não tem a mesma tolerância à frustração que um adulto. Por isso, evite corrigir as palavras de uma forma negativa, em vez disso, responda-lhe utilizando a palavra palavra correta:

Dessa forma, se o bebê apontar para a porta e disser “pota”, evite responder com uma frase do tipo “não é ‘pota’, é porta!”. Em vez disso responda-lhe algo como “você quer que eu abra a porta?” e felicite-o sempre que ele conseguir pronunciar a palavra corretamente.

É também importante que a aprendizagem da fala seja associada ao lazer e a momentos agradáveis. Por isso, tente brincar com o seu bebê de forma a facilitar a associação entre palavras e objetos, usando, por exemplo, livros ilustrados com figuras de animais e objetos ou use objetos do quotidiano, perguntando “o que é isso?”, enquanto aponta para o objeto.

Em resumo

A aquisição da linguagem é um processo demorado, que acontece ao longo de vários anos e continua, ao longo da vida, com o enriquecimento do vocabulário.

É esperado, em média, que as primeiras palavras surjam por volta dos 12 meses de idade, mas esse tempo pode variar um pouco de criança para criança, sem que isso signifique um atraso no desenvolvimento.

O vocabulário aumenta com a idade, assim como a complexidade das frases e é expectável que uma criança de 5 anos seja capaz de pronunciar corretamente todos os sons da língua materna.

Lembre-se que a prática é fundamental para a aquisição de competências linguísticas, pelo que é muito importante que você fale com o seu bebê e o incentive a aprender novas palavras e conceitos.

Para mais informação acerca do desenvolvimento da linguagem, leia também o nosso artigo sobre o desenvolvimento da linguagem dos 0 aos 6 anos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.