Gengibre na gravidez: conheça os benefícios

O gengibre é uma especiaria muito utilizada, tanto na cozinha oriental como na ocidental, na confecção de diversos pratos e na preparação de infusões com fins medicinais.

O gengibre possui propriedades analgésicas, antipiréticas, sedativas e antibacterianas, aumentando também a motilidade intestinal. Mas como todas as substâncias, o gengibre pode ter efeitos adversos na gravidez, se for consumido em excesso.

Grávida pode comer gengibre?

Como a maioria dos alimentos, o gengibre é seguro para consumo durante a gravidez desde que utilizado em quantidades normais. Por isso, não hesite em confeccionar pratos com gengibre desde que respeite a quantidade recomendada na receita.

O gengibre na alimentação

O gengibre é uma especiaria originária da Ásia e África, muito utilizada na culinária de diversos países, para aromatizar pratos de todo o tipo, doces e infusões.

Como a quantidade de gengibre utilizada para fins culinários é normalmente segura, não é necessário evitar comida asiática ou doces como o pão de gengibre, uma vez que o gengibre apenas é contraindicado se for utilizado em doses elevadas (superiores a 2g por dia, por pessoa), o que não acontece na confeção de alimentos.

Além disso, a inclusão de gengibre na alimentação poderá trazer diversos benefícios para a saúde, que não se limitam apenas ao controle do enjoo matinal.

Benefícios do consumo de gengibre:

  • Alívio da sensação de náusea
  • Alívio da dor (dor de cabeça, artrite e dores musculares)
  • Prevenção da formação de coágulos no sangue
  • Redução do colesterol e glicemia
  • Alívio do inchaço
  • Regulação da atividade intestinal

Infusões de gengibre para aliviar o enjoo

As infusões à base de gengibre são um remédio popular para a náusea, sendo muitas vezes utilizadas para controlar o enjoo associado à gravidez.

Porém, apesar da sua eficácia comprovada no tratamento do enjoo, é mais fácil ultrapassar as doses recomendadas ao consumir gengibre na forma de infusão. E como alguns especialistas sugerem que o consumo excessivo de gengibre pode aumentar o risco de aborto espontâneo, esta infusão deve ser tomada com algum cuidado, restringindo o seu consumo apenas ao alívio pontual dos sintomas.

Isto não significa, obviamente, uma proibição desse tipo de infusões, mas apenas que devem ser tomadas com fins terapêuticos e não de uma forma regular.

Infusão de gengibre
Infusão de gengibre | Foto: Adobe Stock

Dose segura para infusões de gengibre

Para evitar ingerir uma dose excessiva, verta um litro de água acabada de ferver no equivalente a uma ou duas colheres de chá de gengibre  e deixe repousar durante 10 minutos, coando em seguida.

Efeitos adversos do gengibre

Tal como outros alimentos, a ingestão de doses normais (até 5g) de gengibre poderá ter efeitos indesejados em algumas pessoas. Estes incluem:

  • Formação de gases
  • Azia
  • Sensação de náusea
  • Irritação da boca

Sobredosagem

Se for utilizado em doses muito elevadas o gengibre pode, em teoria, aumentar o risco de aborto espontâneo. No entanto, a sua utilização nas doses recomendadas para a preparação de alimentos não apresenta quaisquer riscos para a saúde, o que tem sido demonstrado em vários estudos.

Interação com medicamentos e contraindicações

Antes de iniciar qualquer tratamento natural, deve falar com o seu médico pois poderá haver risco de interação com medicamentos ou contraindicações devido a patologias pré-existentes.

Uma contraindicação conhecida é o aumento do risco de sangramento em pessoas com problemas de coagulação, existindo ainda casos raros de alergia ao gengibre, pelo que em caso de dúvida deve sempre consultar o seu médico de forma a perceber se, no seu caso, é seguro consumir gengibre durante a gravidez.

O que a ciência diz sobre o gengibre

Ao longo dos anos foram levados a cabo vários estudos em torno da eficácia e segurança do consumo de gengibre na gravidez, particularmente no que toca ao seu uso no tratamento dos sintomas de enjoo.

Gengibre na gravidez: o que diz a ciencia
Foto: Adobe Stock

Estudos realizados entre 2003 e 2014 demonstraram a eficácia do gengibre no alívio dos vômitos e náusea associados à gravidez, bem como a sua segurança para uso na gravidez, visto não terem sido detectados efeitos adversos associados ao seu consumo.

No entanto, apesar dos resultados encorajadores desses estudos, a maioria dos autores recomenda a realização de mais estudos, não só para confirmar os dados incialmente obtidos, mas também para avaliar de forma mais extensiva fatores com a dosagem ou as possíveis interações medicamentosas.

Os estudos referidos podem ser consultados no final do artigo.

Em resumo

O gengibre é considerado seguro para o uso culinário e alívio dos sintomas de enjoo durante a gravidez. Devem no entanto ser respeitadas as quantidades recomendadas para uso culinário, a fim de evitar efeitos adversos.


Fontes consultadas (em Inglês):
Prospective comparative study of the safety and effectiveness of ginger for the treatment of nausea and vomiting in pregnancy. (2003)
Effectiveness and safety of ginger in the treatment of pregnancy-induced nausea and vomiting.(2005)
Effects of Ginger for Nausea and Vomiting in Early Pregnancy: A Meta-Analysis (2013)
Effect of Ginger on Relieving Nausea and Vomiting in Pregnancy: A Randomized, Placebo-Controlled Trial (2014)

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Reddit

25 comentários em “Gengibre na gravidez: conheça os benefícios

  • 10 de novembro de 2015 em 10:23
    Permalink

    muito útil…. meus parabéns.

    Resposta
  • 30 de março de 2016 em 01:34
    Permalink

    boa noite..
    gostaria de saber se posso tomar chá de gengibre na gravidez..

    Resposta
    • 30 de março de 2016 em 12:00
      Permalink

      Olá Maiara,

      Desde que o chá não seja demasiado concentrado, não há problema. Atualizamos o nosso artigo com informação sobre a dose recomendada para infusões, confira acima.

      Resposta
  • 30 de março de 2016 em 22:58
    Permalink

    Mulher grávida de 1 mês pode comer gengibre?

    Resposta
    • 31 de março de 2016 em 19:23
      Permalink

      Olá Guima,
      Sim, desde que não tenha alergia e respeite as doses recomendadas. Em caso de dúvida, fale com seu médico.

      Resposta
  • 14 de abril de 2016 em 12:04
    Permalink

    Bom dia, faço uso do suco verde matinal e um dos itens é o gengibre, posso continuar acrescentando ou retiro o gengibre do suco?

    Resposta
    • 14 de abril de 2016 em 15:38
      Permalink

      Olá Solange,

      Se não ultrapassar a dose diária recomendada (5g) não deverá ter qualquer problema. No entanto, confira com o seu médico, pois a tolerância a qualquer alimento pode variar um pouco de pessoa para pessoa.

      Resposta
  • 25 de maio de 2016 em 23:19
    Permalink

    Posso tomar chá de Gengibre? estou com 3 meses

    Resposta
    • 27 de maio de 2016 em 10:18
      Permalink

      Olá Elen,

      As infusões à base de gengibre são, de um modo geral, seguras. No entanto, recomendamos que fale com o seu médico sempre que pretenda introduzir novos alimentos na sua dieta ou fazer tratamentos caseiros durante a gravidez.

      Resposta
  • 27 de maio de 2016 em 09:07
    Permalink

    Olá. Estou com a garganta muito inflamada e o médico disse que não posso tomar nenhum anti- inflamatório.
    Posso molhar o cotonete no gengibre e passar na garganta inflamada.

    Resposta
    • 27 de maio de 2016 em 10:15
      Permalink

      Olá, Andreia

      De fato, o gengibre tem propriedades anti-inflamatórias mas o melhor é consumi-lo na forma de infusão, conforme indicamos no artigo.
      No entanto, deveria falar com o seu médico antes de iniciar qualquer tipo de tratamento caseiro.

      Resposta
  • 15 de agosto de 2016 em 21:48
    Permalink

    ola fazia uso do suco detox com gengibre,agora estou gravida de 3 meses tiro o gengibre fora ou continuo eu colocava um pedaco do tamanho da gruçura de um dedo para meio litro de agua

    Resposta
    • 17 de agosto de 2016 em 16:19
      Permalink

      Olá Junia

      Dependendo dos ingredientes utilizados, os sucos detox podem não ser indicados durante a gravidez. Fale com o seu médico sobre os ingredientes do suco para saber se há alguma contraindicação.
      Quanto ao gengibre, em princípio não há problema, mas confira com o seu médico antes de tomar.

      Resposta
  • 15 de agosto de 2016 em 22:20
    Permalink

    Ola
    Estou com 6 meses de gestaçao estou tendo problemas de intestino e me disse ram que tomar cga de gengibre é bom. Posso tomar sem medo?

    Resposta
    • 17 de agosto de 2016 em 16:12
      Permalink

      Olá, Helen

      Na maioria dos casos não há problema, desde que seja tomado nas doses recomendadas (ver artigo). No entanto, aconselhamos que fale com o seu médico antes de tomar, para saber se não existem contraindicações no seu caso.

      Resposta
  • 25 de outubro de 2016 em 05:37
    Permalink

    Quantos ml posso tomar chá de gengibre por dia estou com 6 meses de gravidez

    Resposta
    • 25 de outubro de 2016 em 16:40
      Permalink

      Olá, Ingryd

      Se a infusão for preparada da forma indicada no artigo, poderá tomar 2 a 4 xícaras por dia. No entanto, se nunca tomou infusões à base de gengibre, fale com o seu médico antes.

      Resposta
  • 11 de janeiro de 2017 em 15:10
    Permalink

    Posso tomar gengibre e limão durante a gravidez

    Resposta
    • 11 de janeiro de 2017 em 15:22
      Permalink

      Olá, Dayse

      Tanto o gengibre como o limão são seguros na gravidez.
      Basta respeitar as doses recomendadas de gengibre (confira no artigo) e não exagerar no limão, pois pode prejudicar o esmalte dentário.

      Resposta
  • 29 de abril de 2017 em 19:56
    Permalink

    Boa tarde keuly ! To tentando engravidar posso continuar tomando chá de gengibre ?

    Resposta
    • 7 de maio de 2017 em 17:54
      Permalink

      Sim, o gengibre não prejudica a gravidez, mas como qualquer outro alimento deve ser consumido com moderação.

      Resposta
  • 1 de junho de 2017 em 19:45
    Permalink

    to com suspeita de gravidez se eu tomar cha de gengibre eu perco o bebe

    Resposta
    • 2 de junho de 2017 em 19:57
      Permalink

      Olá, Katiusce

      Se seguir as recomendações do artigo e tomar o chá apenas para alívio pontual dos sintomas de enjoo não há qualquer problema.
      O uso moderado de gengibre na confecção de alimentos também não representa perigo para a gravidez, uma vez que a dose de gengibre por pessoa é bastante baixa.

      Resposta
  • 15 de junho de 2017 em 02:06
    Permalink

    minha filha esta gravida de 3meses esta com uma tosse seca que nao para posso da cha de gengibre pra ela

    Resposta
    • 15 de junho de 2017 em 10:50
      Permalink

      Olá, Sandra

      Se seguir as recomendações do artigo, não há problema. Aconselhamos no entanto, a consultar o médico por causa da tosse persistente.

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *