Grávida pode tomar aspirina?


A aspirina é recomendada durante a gravidez?

A aspirina é um analgésico muito popular a que recorremos frequentemente, no entanto o uso deste medicamento não é recomendado durante a gravidez e apenas deve ser utilizada por recomendação médica.

Porque devo evitar a aspirina durante a gestação?

A aspirina, interfere com a coagulação do sangue, o que pode causar hemorragias tanto na mãe como no bebê, especialmente se for tomada no final do terceiro trimestre da gravidez.

Além disso, tal como outros anti-inflamatórios não-esteroides, a aspirina pode tornar o trabalho de parto mais demorado e causar hipertensão pulmonar e risco de complicações cardíacas no bebê.

Em que casos é aconselhado o uso de aspirina em grávidas?

Em alguns casos, o médico pode recomendar o uso de aspirina durante toda a gravidez,  como por exemplo em mulheres que tomem aspirina para controlar problemas cardíacos. Normalmente nesses casos a dose de aspirina é muito baixa, o que torna o seu uso seguro durante a gravidez.

Alguns estudos apontam também para que mulheres com alto risco de pré-eclâmpsia possam beneficiar do efeito vasodilatador e anticoagulante da aspirina, desde que tomada em doses baixas.

Que medicamentos alternativos existem?

A alternativa mais utilizada é o Paracetamol, que é considerado pela comunidade médica como sendo o analgésico mais seguro para grávidas. Este medicamento, também conhecido como acetaminofeno, deve no entanto ser utilizado com moderação, uma vez que o uso de analgésicos ou outros medicamentos durante a gravidez deve ser o mínimo possível.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.