Pés inchados na gravidez


Saiba como lidar com o inchaço dos pés na gravidez

O inchaço (edema) nos pés e pernas é um sintoma muito comum durante a gravidez, e embora não seja normalmente um motivo de preocupação, pode tornar-se bastante incômodo.

O edema é provocado por uma combinação de vários fatores, mas os maiores culpados são o aumento do tamanho do útero, que aumenta a pressão sobre as veias da parte inferior do corpo e a maior de retenção de líquidos que ocorre durante a gravidez.

O desconforto provocado pelo inchaço das pernas é geralmente maior ao final do dia, devido ao acúmulo progressivo de fluídos na parte inferior do corpo, especialmente para quem passa longos períodos de pé.

Inchaço nos pés na gravidez: como aliviar!

Pés inchados na gravidez: como aliviar
Massagem nos pés – Foto: Adobe Stock

Apesar de ser um problema que atinge a maioria das grávidas, existem algumas formas bastante fáceis de aliviar ou mesmo prevenir o inchaço dos pés:

  • Evite permanecer demasiado tempo de pé – Se o seu trabalho implica longos períodos de pé, tente fazer pausas com regularidade.
  • Use roupa confortável e pouco apertada – A roupa demasiado apertada dificulta a circulação e contribui para o acúmulo de líquido na parte inferior do corpo.
  • Use calçado confortável – Evite sapatos demasiado apertados e saltos altos.
  • Eleve os pés sempre que fizer uma pausa – Elevar os pés facilita a circulação das pernas e favorece a redistribuição dos líquidos acumulados.
  • Faça exercício – Caminhadas, natação ou hidroginástica são ótimas formas de manter uma boa circulação nas pernas e pés, evitando também a retenção de líquidos. Durante o trabalho, pode também fazer exercícios específicos para os pés, como rotações e alongamentos.
  • Faça uma massagem nos pés – A massagem ajuda a ativar a circulação e a redistribuir os fluidos acumulados nos pés.
  • Mergulhe os pés em água morna – A água morna estimula a circulação e ajuda a diminuir o inchaço.
  • Use meias de compressão As meias de compressão ajudam a evitar o inchaço e também servem para prevenir o aparecimento de varizes.

Além dessas dicas, você deve também prestar atenção à alimentação:

  • Reduza as quantidades de sal na comida Uma alimentação rica em sal contribui para uma maior retenção de líquidos.
  • Beba mais água – Ainda que possa parecer estranho, o consumo de água ajuda a combater a retenção de líquidos, por isso tente beber diariamente o equivalente a oito copos de água.

Mãos inchadas na gravidez

Apesar dos pés inchados serem algo normal durante a gravidez, um inchaço súbito nas mãos ou no rosto pode ser um sinal de pré-eclâmpsia, uma patologia grave, caracterizada por pressão arterial alta, que pode surgir durante a gravidez e que necessita de acompanhamento médico.

Outros sinais de possível pré-eclâmpsia são:

  • Dor de cabeça.
  • Visão turva.
  • Dor abdominal.
  • Vômitos.

É claro que o inchaço nas mãos nem sempre está ligado à pré-eclâmpsia, podendo apenas ser apenas o resultado de uma maior retenção de líquidos, mas por segurança é sempre aconselhável consultar o seu médico.

Quando consultar o médico

Apesar do edema na gravidez raramente ser razão de preocupação, você deverá consultar o seu médico sempre que:

  • Haja um inchaço excessivo das pernas.
  • O inchaço ocorra de uma forma repentina.
  • O inchaço ocorra apenas numa das pernas.
  • A perna ou pé apresentem uma cor avermelhada.
  • Ao pressionar o inchaço, a pele fique marcada.
  • Ocorra um inchaço súbito no rosto ou nas mãos.

Em resumo

O edema é muito comum durante a gravidez e geralmente não é razão para alarme. No entanto, você deve monitorar o inchaço e consultar o seu médico se detectar algo suspeito.

Além disso, deve procurar manter uma dieta saudável e fazer algum exercício de forma a contrariar a retenção de líquidos típica da gravidez.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.