Riscos da gripe durante gravidez


A gripe na gravidez

Durante a gravidez ocorre naturalmente uma depressão do sistema imunitário pelo que a mulher está mais sujeita a complicações no caso de contrair uma doença e o caso da gripe não é exceção.

No entanto, pelo fato de ocorrer uma depressão do sistema imunitário não quer dizer que este deixe de funcionar, apenas se torna um pouco mais frágil e os cuidados a ter para não ficar doente terão que ser um pouco maiores.

Quais são as complicações possíveis no caso de ficar com gripe?

Em primeiro lugar convém realçar que as complicações são raras, pelo que não é necessário entrar em pânico quando houver um surto de gripe, mas sim tomar as devidas precauções.

Além disso, a possibilidade de complicações antes do terceiro trimestre é muito reduzida e mesmo nessa altura a chance de complicações é baixa.

As complicações mais comuns da gripe são:

  • Pneumonia
  • Dificuldades respiratórias
  • Desidratação

Raramente, poderá ocorrer:

  • Parto prematuro
  • Baixo peso ao nascimento
  • Aborto espontâneo

Apesar das baixas chances de complicações, você deve precaver-se contra a gripe e a melhor forma de fazê-lo é estar vacinada.

Quando devo tomar a vacina da gripe?

A vacina da gripe está disponível no sistema público para mulheres grávidas e outros grupos de risco durante a época de vacinação contra a gripe (a partir de abril no Brasil ou a partir de outubro, em Portugal).

A vacina da gripe é eficaz?

A vacina da gripe é muito eficaz e irá proteger você contra as estirpes de vírus que estiverem em circulação durante esse ano. No entanto, novas estirpes surgem com frequência e mesmo vacinada você deve tomar algumas precauções, como evitar viajar ou frequentar locais com demasiada gente durante a época de gripe.

A vacina é segura para o bebê?

Sim, a vacina da gripe é perfeitamente segura durante a gravidez, tanto para o bebê como para a mãe. Além disso, a vacinação também protege o bebê de contrair gripe durante os primeiros meses de vida.

Posso apanhar gripe tomando a vacina?

Não, os sintomas normalmente associados à vacinação (aumento ligeiro de temperatura e dores no corpo) não têm a ver com gripe mas com a reação normal do sistema imunitário à vacina.

O que devo fazer se ficar com gripe?

Se você suspeitar que está com gripe deve consultar o seu médico para que lhe seja receitada a medicação adequada. Lembre-se que ao contrário de um resfriado, as consequências de um tratamento inadequado podem ser bastante graves.

Como distingo uma gripe de um resfriado?

Apesar de terem alguns sintomas comuns, a gripe e o resfriado são doenças causadas por vírus diferentes. A gripe é causada pelos vírus Influenza, ao passo que o resfriado é causado por Rinovirus e outros vírus não relacionados com a gripe.

Outra distinção é a intensidade dos sintomas, pois se a gripe normalmente é acompanhada de febre superior a 38 ºC e dores no corpo, o resfriado raramente causa febre em adultos e as dores no corpo, quando acontecem, tendem a ser menos intensas.

No entanto, se tiver dúvidas o melhor é consultar o seu médico, pois mesmo um resfriado pode causar mal-estar e mesmo infecções secundárias que necessitem de medição específica.

Como posso prevenir a gripe ou resfriado?

Para além da vacinação contra a gripe, a melhor forma de prevenir qualquer uma dessas doenças é manter-se saudável, fazendo uma alimentação adequada e praticando algum exercício, pois isso compensará um pouco a fragilização que sistema imunitário sofre durante a gravidez e lhe dará mais energia para combater eventuais infecções.

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Reddit

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *