Sintomas de otite no bebê


Otite no bebê: conheça os sintomas

As causas do desconforto do bebê podem ser difíceis de perceber até para os pais mais experientes, e o mal-estar causado pelas infeções do ouvido não é exceção.

As infeções que afetam o ouvido são conhecidas como otites e atingem especialmente os bebês entre os 6 meses e os 2 anos e meio. No entanto, este tipo de infeção pode muitas vezes passar despercebida, uma vez que os seus sintomas nem sempre são evidentes e são muito fáceis de confundir com os de outras condições, como resfriados ou problemas intestinais.

Embora a maior parte das otites se resolva espontaneamente ao fim de alguns dias, devemos prestar especial atenção à evolução dos sintomas, pois em alguns casos poderá ser necessário recorrer ao médico a fim de que o seu bebê seja medicado.

Sintomas da otite no bebê

Embora nem todos os bebês apresentem as mesmas queixas, as infeções do ouvido são normalmente acompanhadas por um ou mais dos seguintes sintomas:

  • Dor de ouvido

  • Febre

  • Dificuldades auditivas (não responde a sons aos quais normalmente respondia)

  • Alterações do comportamento (falta de energia, maior irritabilidade)

  • Mexer constantemente no ouvido

  • Dificuldade em mamar/comer

  • Alterações do sono

  • Tosse

  • Corrimento nasal

  • Diarréia

  • Perda de equilíbrio ou menor coordenação motora (em bebês que já andam)

Causas da otite

As otites são frequentemente causadas pelo acúmulo de fluido no ouvido médio, que por sua vez irá criar as condições ideais para a propagação das bactérias causadoras da infeção. Esse acúmulo de fluído pode ser causado por um simples resfriado, que ao causar inchaço no ouvido faz com que este retenha fluido no seu interior.

Além disso, o fato do ouvido do bebê ainda estar em desenvolvimento e ser menos profundo do que o de um adulto, poderá ser um fator que contribui para o aumento da ocorrência de infeções.

Em alguns casos, pode ocorrer a perfuração do tímpano, que consiste no aparecimento de um pequeno buraco na parede do tímpano, fazendo com que o fluído e o pus acumulados escorram para fora do ouvido. No entanto, apesar da designação, a perfuração do tímpano não costuma deixar sequelas auditivas e tende a resolver-se no prazo de algumas semanas após o fim da infeção.

Quando consultar o médico?

No caso dos sintomas persistirem mais do que dois ou três dias, deverá consultar o seu médico ou pediatra, para que o estado de saúde do seu bebê seja devidamente avaliado.

Além disso, também deverá contatar o seu médico se os sintomas iniciais incluírem dores fortes, acumulação de fluidos ou pus no ouvido, ou infeção em ambos os ouvidos.

Tratamento da otite

O tratamento da infeção poderá ser feio com recurso a antibióticos, no entanto, em mais de 80% dos casos não existe essa necessidade, uma vez que a infeção se resolve por si ao fim de alguns dias.

No que toca ao tratamento da dor e febre, poderá ser usado Paracetamol, desde que o bebê tenha mais de dois meses.

O uso de gotas não é recomendado nos casos em que há perfuração do tímpano.

Em resumo

Embora possam surgir em qualquer idade, as otites afetam particularmente as crianças entre os 6 e os 18 meses de idade. Porém, este tipo de infecção raramente é preocupante e tende a resolver-se ao fim de poucos dias.

No entanto, em alguns casos pode ser necessária a medicação com antibióticos a fim de combater a infeção, pelo que deverá prestar atenção à duração e intensidade dos sintomas, contatando o médico caso seja necessário.

2 comentários em “Sintomas de otite no bebê

  • 2 de dezembro de 2016 em 10:59
    Permalink

    Depois da leitura deste artigo fico mais descansado…
    O meu filho tem andado com sintomas daquilo que parece ser uma simples constipação. Nariz com um ranhito de vez em quando, alguma tosse (não muita).
    Hoje de manhã acordou mais irritadiço e com o nariz mais sujo. Quando o colocamos no chão estava constantemente a desequilibrar-se para a esquerda. Se não o agarrássemos caía mesmo.
    Serão possíveis sintomas de otite? Alguém já passou pelo mesmo? A minha esposa foi ao centro de saúde e disseram que num dos ouvidos tem muita cera, e passou a carta para irem ao Hospital de S. João.
    Cumps

    Resposta
    • 2 de dezembro de 2016 em 11:12
      Permalink

      Olá, André

      A perda de equilíbrio pode resultar do acúmulo de cera, mas também pode ser um sintoma de otite .
      Embora a otite raramente resulte em complicações, é sempre uma boa ideia consultar um pediatra ou otorrino.

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.