A Síndrome de Couvade


Síndrome de Couvade: mito ou realidade?

A Síndrome de Couvade ou gravidez por simpatia é uma condição que afeta alguns homens durante a gravidez da parceira, levando-os a sentir alguns dos sintomas característicos da gravidez, como náusea, ganho de peso ou mesmo alterações hormonais.

A intensidade desses sintomas varia de caso para caso, podendo ser apenas versões mais leves dos sintomas femininos ou chegar ao ponto de causar grande desconforto e limitar a rotina normal.

O termo “Couvade” tem a sua origem na antropologia, sendo utilizado para referir os diversos rituais levados a cabo pelo progenitor masculino, durante a gravidez e parto.

A origem desta síndrome não é clara e a mesma não se encontra definida como um quadro clínico físico ou psiquiátrico, o que torna difícil saber quantos homens são afetados por este tipo de sintomas. No entanto, estima-se que nos EUA, a porcentagem possa variar entre os 25% e os 52%, embora os valores variem muito conforme os países onde são efetuados os estudos.

Confira em seguida o que leva ao aparecimento de sintomas de gravidez no homem.

Sintomas da Síndrome de Couvade ou Gravidez por Simpatia

Embora a Síndrome de Couvade não seja ainda considerada um quadro clínico, existem alguns sintomas característicos que indicam a possível existência de uma gravidez por simpatia:

  • Sintomas físicos

    • Náusea, hiperacidez e alterações do apetite
    • Inchaço e dor abdominal
    • Problemas respiratórios
    • Dores nas pernas e costas
    • Problemas urinários
  • Sintomas psicológicos

Causas da Síndrome de Couvade

Não existe uma causa ou conjunto de causas definidas para o aparecimento da Síndrome de Couvade, mas alguns estudos, como é o caso de um estudo realizado pelo Instituto de Psicologia da Universidade de Gdansk, na Polônia, indicam a maior empatia de alguns pais como um dos fatores em jogo no desenvolvimento deste tipo de sintomas.

Além do fator empatia, têm sido levantadas outras hipóteses explicativas no âmbito da psicologia clínica, incluindo ansiedade ou ambivalência em relação à parentalidade, sentimentos de culpa, ou mesmo inveja em relação ao papel da mulher.

Outros especialistas sugerem que se trata de uma condição psicossomática, na medida em que alguns dos sintomas parecem ter também uma base biológica.

Neste sentido, um estudo Canadiano aponta para uma relação entre o aparecimento da Síndrome de Couvade e um aumento dos níveis do hormônio Estradiol, associados a baixos níveis de Testosterona.

No entanto, a maior parte dos estudos realizados sobre esta síndrome são baseados em amostras pequenas da população, o que torna difícil generalizar os seus resultados.

Apesar disso, vários estudos antropológicos têm encontrado indícios deste tipo de comportamentos em rituais de culturas antigas e sociedades tribais, que em alguns casos perduraram até aos nossos dias. Esses rituais têm em comum a adoção por parte do homem de comportamentos associados à gravidez, incluindo a manifestação de alguns sintomas ou mesmo a encenação ritual do parto.

Embora esses rituais ancestrais estejam essencialmente ligados à religiosidade e misticismo populares, o sua origem poderá ter aspetos comuns com a manifestação moderna desse tipo de comportamentos.

Como lidar com a Síndrome de Couvade

Apesar de poder ser limitativa para o homem, o fato desta síndrome não ser considerada um quadro clínico pode fazer com que seja mais difícil encontrar ajuda e informação específica acerca da mesma.

No entanto, o acompanhamento psicológico pode ser uma boa solução quando os sintomas associados a esta síndrome se tornam demasiado intrusivos na rotina diária.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.