O que fazer quando a bolsa estourar?


Rompimento da bolsa amniótica, o que fazer?

O rompimento da bolsa amniótica acontece normalmente depois do trabalho de parto ter início, mas para cerca de 10% das mulheres isso pode acontecer antes de ocorrerem as primeiras contrações, o que pode ser um pouco assustador, especialmente se esta for a primeira gravidez.

No entanto, apesar do aparato, o que está acontecendo é perfeitamente normal e faz parte do trabalho de parto.

Se a bolsa estourar antes de você estar no hospital, tente manter-se calma, pois o facto da bolsa ter estourado não quer dizer que o bebê vá nascer imediatamente.

Deve, por isso limpar-se calmamente e colocar um absorvente, pois será útil para os médicos poderem verificar a coloração do líquido. Será também uma boa ideia ligar ao seu médico para que este possa começar a planejar o seu parto. Em seguida, dirija-se ao hospital ou maternidade, onde a sua condição poderá ser avaliada corretamente.

Como saber se a bolsa estourou?

O líquido amniótico é transparente e tem normalmente uma cor ligeiramente amarelada e pode também apresentar alguns vestígios de sangue.

Mas não se preocupe, é impossível confundi-lo com xixi pois sua quantidade é extremamente abundante e tem um cheiro muito diferente.

Grávida tentando acordar o marido
Foto: Bigstock.com

O que acontece no hospital?

Normalmente, o seu médico irá esperar cerca de 24 horas para ver se as contrações do parto têm início. Essa espera é normalmente feita no hospital, mas também poderá ser feita em casa, a pedido da grávida.

Poderão ser administrados antibióticos para prevenir o risco de infeção, pois a ausência ou menor volume de líquido amniótico deixa o bebê mais exposto a agentes infecciosos.

Por vezes a espera poderá prolongar-se até 48 horas, mas geralmente os médicos optam por induzir o parto sempre que as contrações não aconteçam dentro de um período de 24 horas, uma vez que o risco de infecção aumenta com o tempo de espera.

Como é feita a indução do parto?

A indução do parto é feita através da injeção de um hormônio (a ocitocina) que irá estimular as contrações do útero.

Esse hormônio é o mesmo que é produzido naturalmente pelo corpo da mulher quando o trabalho de parto tem início de forma espontânea.

O que acontece quando a indução do parto não funciona?

Por vezes as contrações provocadas pela ocitocina não são suficientes para que o colo uterino dilate completamente e a expulsão tenha início. Nesse caso, o seu médico poderá decidir optar por um parto assistido a fórceps ou ventosa ou então recorrer a cesariana.

O que acontece quando a bolsa rompe antes das 37 semanas?

O rompimento da bolsa antes das 37 semanas é pouco comum, atingindo apenas cerca de 2% das gestações. Porém, quando acontece é uma situação de risco para a saúde do bebê, pois haverá uma chance elevada do bebê nascer prematuro.

No entanto, em alguns casos, é possível adiar o parto e diminuir o risco do bebê nascer demasiado prematuro, com o recurso a antibióticos e corticosteroides para evitar infeções e prevenir problemas decorrentes do nascimento prematuro.

Por isso, no caso da sua bolsa romper antes das 37 semanas, contate imediatamente o seu médico ou então dirija-se ao hospital ou maternidade, para que o seu caso possa ser devidamente acompanhado.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.