O que é uma ultrassonografia transvaginal?


Como funciona a ultrassonografia transvaginal?

Uma ultrassonografia transvaginal (ou ecografia transvaginal) é um exame de ultrassom realizado por via vaginal.

Tal como em qualquer outra ecografia, é usado um transdutor que emite uma onda de som de alta frequência e capta o seu eco, transformando-o numa imagem de vídeo em tempo real que permite ao médico ou ultrassonografista visualizar o interior do útero, tubas e ovários de forma a diagnosticar possíveis problemas.

Nesse caso, ao invés de passar o transdutor no abdômen, é introduzido na vagina da paciente um transdutor de dimensões mais reduzidas (sonda), permitindo assim obter uma imagem mais precisa do interior do útero.

Em que casos é utilizada?

A ultrassonografia transvaginal é o método preferido durante o primeiro trimestre de gravidez, quando ainda é difícil obter uma imagem nítida através do ultrassom abdominal, podendo ser realizada em dois momentos distintos:

Entre as cinco e as nove semanas, para diagnosticar precocemente a gravidez, detectar gestações múltiplas e descartar a possibilidade de gravidez ectópica.

Entre as dez e as treze semanas, permite ainda diagnosticar malformações fetais e riscos de alterações cromossômicas como a Síndrome de Down, através do medição da translucência da nuca.

Existem riscos para o bebê?

Apesar deste exame ser realizado por via vaginal, não existe qualquer risco de aborto ou lesão ao realizar este tipo de ultrassonografia, uma vez que a sonda nunca entra em contato com o feto.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.