O terceiro trimestre da gravidez, semana a semana


O terceiro trimestre: da 27.ª semana ao nascimento

Sua gravidez chegou à 27.ª semana e nessa altura tanto você como o seu bebê passaram por grandes transformações.

Você estará se sentido mais grávida do que nunca e ansiosa pelo nascimento, com o seu bebê ocupando agora todo o espaço disponível no útero, mas ainda falta um pouco para terminar essa longa espera, pois nas treze semanas que faltam, o seu bebê ainda irá ganhar peso e terminar o seu desenvolvimento.

Por isso, enquanto faz os últimos preparativos para a chegada do bebê, leia esse breve guia e veja o que pode esperar nas próximas semanas.

27 semanas

Na primeira semana do último trimestre, o seu bebê estará pesando cerca de 875g e mede agora à volta de 36cm. Por isso, não se assuste se começar a sentir um pouco de falta de ar, pois o seu útero está tão grande que chega à caixa torácica.

O cérebro do seu bebê está-se tornado mais complexo e começam a aparecer na sua superfície os primeiros sulcos que se irão transformando lentamente em circunvoluções, permitindo assim que o seu cérebro possa comportar mais neurônios.

O aspecto físico do seu bebê também mudou bastante e o seu rosto possui já todas as características que apresentará na altura do nascimento.

Por volta dessa altura, se o seu sangue for RH negativo, o seu médico poderá aconselhar uma injeção para evitar a rejeição do sangue do bebê. No caso de ser a primeira gravidez o problema de rejeição não se coloca, mas a injeção poderá ser aplicada como medida de prevenção para futuras gestações.

Os sintomas do 3.º trimestre estão chegando, e será normal você sentir inchaço e câimbras nas pernas. Outro sintoma bastante comum nessa altura são as varizes, pelo que deverá usar meias de descanso.

28 semanas

Nessa semana o seu bebê terá atingido 1kg de peso e mede agora quase 38cm.

O bebê está agora a mover-se para a posição final, com a cabeça na direção da saída do útero. No entanto, nem todos os bebês atingem essa posição sendo feita nesses casos uma cesariana.

O desenvolvimento cerebral continua e o seu bebê tem agora ciclo REM enquanto dorme, o que significa que já é capaz de sonhar.

A audição está agora completamente desenvolvida e é importante você começar a falar com o seu bebê, lendo histórias ou cantando para ele. Essa comunicação reforça os laços com o bebê, que aprenderá a acalmar-se ao reconhecer o som da sua voz. É também importante que o pai fale com o bebê, para que este aprenda a reconhecer a sua voz.

Ainda que seja pouco provável nascer prematuro, se o seu bebê nascesse agora, as suas chances de sobrevivência seriam já em torno dos 90% pois o seu desenvolvimento está quase completo.

Devido ao relaxamento dos músculos e ligamentos da pélvis que faz com as articulações se movam mais do que o normal, você poderá começar a ter dores pélvicas que podem também irradiar para as costas e pernas. Esses sintomas podem também ser causados por dor ciática, que ocorre durante a gravidez devido à pressão do feto sobre o nervo ciático.

29 semanas

O seu bebê mede agora entre os 38 e 39cm e pesa cerca de 1,15Kg.

Os ossos do bebê continuam se desenvolvendo e vão ficando mais rígidos à medida que crescem, além disso o bebê também irá ganhar gordura e peso, fazendo com que o seu volume aumente consideravelmente.

À medida que o bebê aumenta de volume, os seus movimentos ficam condicionados pelo espaço disponível no útero e por isso você não irá sentir tantos pontapés como há algumas semanas atrás. Apesar disso, o seu bebê vai continuar a mexer-se frequentemente, e você poderá sentir as suas pernas e braços pressionando a sua barriga. É também frequente que você sinta quando o bebê tem soluços, pois agora estes são muito mais fáceis de detectar.

Nessa altura você poderá começar a ter varizes devido ao aumento de progesterona e à pressão exercida pelo útero sobre as veias do abdômen, que por sua vez afetam a veias das pernas. Outro sintoma que poderá ser provocado pela compressão das veias do abdômen são as desagradáveis hemorroidas.

30 semanas

O bebê pesa agora 1,3Kg e mede cerca de 40cm.

A partir daqui, o ritmo de crescimento do bebê abrandará um pouco mas ele irá triplicar o peso durante as próximas semanas. O bebê começa também a regular a sua temperatura corporal, fazendo com que o pelo fino chamado de lanugo comece a cair, uma vez que já não é necessário para manter a temperatura.

Nessa fase os pulmões estão praticamente desenvolvidos, assim como o tubo digestivo, que continua acumulando mecônio no intestino. A partir daqui, a medula óssea começa a produzir glóbulos vermelhos, o que significa que falta muito pouco para o seu bebê estar completamente desenvolvido.

Além dos outros sintomas que tem sentido, é possível que agora você sinta inchaço nas pernas e tornozelos. Isso é algo bastante normal na gravidez e é sentido por cerca de 70% das mulheres.

31 semanas

Sua gravidez está entrando no oitavo mês e o seu bebê mede agora cerca de 41cm e pesa mais de 1,5kg.

O cérebro do bebê continua a desenvolver-se e a tornar-se mais complexo, com novas ligações a serem criadas a um ritmo impressionante. Nessa altura, o bebê começa a desenvolver padrões de sono mais longos e você começará a perceber claramente quando ele está dormindo ou acordado.

Devido ao grande volume ocupado pelo útero, que começa a comprimir o diafragma, você poderá sentir alguma dificuldade em respirar, mas isso é perfeitamente normal nessa fase da gravidez.

32 semanas

Nessa altura o seu bebê estará pesando cerca de 1,7kg e medindo mais de 42cm.

A partir dessa semana o movimento do bebê diminui um pouco, uma vez que ele passa a maior parte do tempo dormindo. Essa diminuição de atividade também está relacionada com a diminuição do espaço disponível, o que também torna os movimentos um pouco menos fortes. Além de se mexer, o seu bebê urina frequentemente para treinar o seu sistema urinário, no entanto essa urina é quase só água.

Uma outra novidade nessa semana é a pele do seu bebê que, devido à acumulação de gordura, se começou a tornar mais opaca.

Um dos maiores problemas nessa fase (e durante o resto do trimestre) será conseguir ter uma boa noite de sono, devido ao tamanho da barriga e ao padrão de sono do bebê que muitas vezes não coincide com o seu. Outra parte do seu corpo que estará conspirando contra você é a bexiga, que devido à pressão exercida pelo útero, a obrigará a frequentes visitas à casa de banho.

33 semanas

Estamos no meio do oitavo mês e o seu bebê mede agora cerca de 44cm e pesa à volta de 2kg.

Nessa semana, o seu bebê continuará ganhando gordura e peso, ao mesmo tempo que os seus ossos vão ganhando mais rigidez. No entanto, os ossos da cabeça continuarão maleáveis até ao nascimento, de forma a facilitar a passagem do bebê pelo cerviz e vagina.

Como a proporção do seu bebê em relação ao líquido amniótico aumentou, haverá “menos” líquido entre você e o bebê o que fará com que sinta ainda mais os seus movimentos.

É possível que você comece a secretar colostro, que é o precursor do leite materno. O colostro, que vai alimentar o bebê nos primeiros dias de vida, tem menos gordura e mais proteínas que o leite materno e funciona como laxante, para facilitar a saída do mecónio acumulado durante a gestação.

34 semanas

Na 34.ª semana o seu bebê pesa mais de 2,1Kg e mede cerca de 45cm.

Nessa altura os pulmões já estarão praticamente desenvolvidos e se nascesse agora o seu bebê não teria grande dificuldade em respirar sozinho.

É também provável que nessa altura o bebê esteja já na posição final, isto é, de cabeça para baixo e encaixado em sua pélvis, o que fará com que você respire com maior facilidade, uma vez que diminui a pressão no diafragma.

A partir daqui é provável que o seu médico aconselhe que as consultas passem a ser semanais, de forma a monitorar a reta final da gravidez e prepará-la para o parto.

35 semanas

Nessa altura você estará no final do oitavo mês e o seu bebê estará pesando cerca de 2,3kg e medindo mais de 46cm.

O seu bebê continuará a acumular gordura e a ganhar peso durante esta semana, especialmente nas pernas e nos braços. Os reflexos estão agora coordenados e ele já consegue responder a vários estímulos, como luzes fortes, som e toque.

Se o bebê já estiver encaixado, você poderá estar respirando com maior facilidade, caso contrário continuará sentido a pressão do útero que poderá causar falta de ar e indigestão.

36 semanas

Começa aqui o último mês de gravidez! O seu bebê deve medir agora à volta de 47cm e pesar cerca de 2,7Kg.

Nessa semana o bebê continua a ganhar peso e gordura e é mais provável que já esteja se encaixando no fundo do útero, o que irá diminuir a pressão e fazer com que você tenha menos dificuldade em respirar e sinta menos indigestão depois de comer.

Outra notícia é que o sistema imunitário do seu bebê está agora completo, podendo protege-lo de infecções logo que ele esteja fora do útero.

Na consulta semanal, é possível que o médico faça um exame ao seu colo do útero para verificar se já começou a dilatar. Nessa altura também será verificada a posição do bebê para perceber se ele já encaixou.

37 semanas

A partir dessa semana, o seu bebê é considerado um “bebê de termo” ou seja, poderá nascer sem correr os riscos associados a um parto prematuro. Ele deverá pesar cerca de 2,9Kg e medir entre os 48 e os 49cm.

O crescimento continua, mas de uma forma mais lenta. Nessa semana o seu bebê irá continuar a fortalecer os pulmões inalando e exalando fluído amniótico, de forma a treinar os movimentos respiratórios. Também irá aproveitar o pouco espaço disponível para fletir braços e pernas, pelo que você continuará a sentir alguns empurrões e puxões.

No que toca a sintomas, nada de novo e para além as habituais dores nas costas e inchaço dos membros essa será uma semana de espera. Por isso é uma boa altura para checar a lista com tudo o que tem que levar para o hospital. No entanto, esteja atenta a contrações regulares, pois poderão significar que o seu bebê está prestes a nascer.

38 semanas

A espera continua e o seu bebê pesa agora cerca de 3Kg e mede quase 50cm.

O bebê não irá aumentar muito mais de tamanho, embora ainda possa crescer cerca de 1 centímetro e meio e ganhar mais meio quilo, durante as duas próximas semanas.

Nessa semana, o verniz caseoso estará caindo, uma vez que o seu bebê não necessita mais da sua proteção. Nos pulmões estará sendo produzido mais surfactante para prepara-los para a respiração fora do útero.

Você estará se sentido volumosa e desconfortável, mas já falta muito pouco para terminar esse desconforto. Siga as indicações dadas pelo seu médico na consulta semanal e aproveite o tempo para conviver e relaxar.

39 semanas

O seu bebê mede agora mais de 50cm e pesa cerca de 3,2kg.

A sua pele passou de rosa para um tom mais esbranquiçado. Isso acontece devido à acumulação de gordura e é independente do tom de pele que o bebê venha a ter, uma vez que a pigmentação só se torna evidente após o nascimento.

A outra parte do bebê que continua se desenvolvendo é o cérebro, que continua criando novas ligações e irá prosseguir o seu crescimento durante os primeiros anos de vida.

Como a espera está chegando ao fim, você poderá estar se sentido um pouco mais ansiosa, mas procure relaxar e seguir os conselhos do seu médico. Se ainda estiver trabalhando, as tarefas lhe darão outras coisas em que pensar, senão tente ocupar o seu tempo com um bom livro ou filme, mas nada sobre gravidez!

40 semanas

Você está chegando na reta final e o parto poderá acontecer a qualquer momento.

O seu bebê está ansioso por conhecê-la e mede agora mais de 51 cm e quase 3,5kg.

Nessa semana o seu bebê continuará a acumular gordura e poderá aumentar um pouco mais o peso até ao nascimento. Tudo está pronto para o parto e agora só resta esperar.

Durante essa semana, tenha atenção aos sinais que antecedem o parto como contrações regulares que aumentam de ritmo e ao rompimento das águas. Assim que as águas romperem ligue para o seu médico para que este oriente você para a maternidade.

Não se preocupe se ainda tiver que esperar mais uma ou duas semanas, pois muitas mulheres dão à luz às 41 ou mesmo 42 semanas.

2 comentários em “O terceiro trimestre da gravidez, semana a semana

  • 2 de agosto de 2015 em 09:13
    Permalink

    Seria ótimo se essa informação existisse em forma de aplicativo!

    Resposta
    • 3 de agosto de 2015 em 15:45
      Permalink

      Olá Va, o desenvolvimento de um aplicativo Android/iPhone está na nossa lista projetos futuros, mas ainda não temos uma data concreta.

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.