Tosse na gravidez: é normal?

Os episódios de tosse, especialmente de tosse seca, são relativamente comuns comuns durante a gravidez, podendo contribuir para aumentar o desconforto causado pelos sintomas normalmente associados a este período.

Além disso, algumas mulheres referem que as crises de tosse se tornam mais frequentes e intensas à medida que a gravidez avança, particularmente durante o último trimestre, quando o espaço ocupado pelo bebê torna a respiração mais difícil.

Por isso preparamos essa matéria para ajudá-la a lidar com a tosse na gravidez.

Tipos de tosse na gravidez

A tosse pode ser dividida em dois tipos: produtiva e não-produtiva (tosse seca)

A tosse produtiva ocorre normalmente quando o organismo está recuperando de uma inflamação das vias aéreas e tem como objetivo expulsar o muco acumulado no trato respiratório. Este tipo de tosse é comum durante a fase de recuperação de uma gripe ou resfriado.

A tosse seca ocorre como resposta a uma irritação do trato respiratório, sem que ocorra libertação de muco. Este tipo de tosse é comum em alergias, asma e rinite.

Causas da tosse na gravidez

A menor eficiência do sistema imunitário, normal durante a gravidez, pode ser uma das explicações para o aparecimento de tosse, uma vez que irá deixar o organismo da mulher mais susceptível a agressões externas, como resfriados ou gripes.

As alterações hormonais que ocorrem durante a gravidez, podem igualmente estar por trás das crises de tosse, um vez que o aumento dos níveis de estrogênio favorece o inchaço das mucosas, podendo conduzir ao aparecimento de rinite gestacional que em alguns casos pode ser acompanhada de crises de tosse, com ou sem libertação de muco.

O refluxo gástrico que ocorre devido ao aumento da compressão do estômago durante a fase final da gravidez, também pode originar episódios de tosse, particularmente de tosse seca.

Além disso, a tosse na gravidez pode também ser causada por condições pré-existentes, como asma, alergias ou tabagismo.

A tosse da mãe pode prejudicar o bebê?

Apesar do bebê poder sentir os movimentos causados pela tosse da mãe, isso não irá prejudicá-lo, uma vez que ele estará confortavelmente protegido pelas paredes do útero e pelo fluído amniótico.

Por isso, não se preocupe se tiver um ataque de tosse mais forte, pois apenas você sentirá o incômodo.

Complicações da tosse na gravidez

Além de ser ela própria uma fonte de desconforto, a tosse pode também contribuir para o agravamento de outros sintomas e problemas associados à gravidez:

  • Insônia – As crises noturnas de tosse podem prejudicar o sono, agravando a dificuldade em adormecer típica da fase final da gravidez.

  • Incontinência urinária – A tosse pode dificultar a capacidade de conter a urina, particularmente nos últimos meses de gravidez, quando a bexiga se encontra mais comprimida.

  • Falta de ar – As crises de tosse frequentes podem aumentar a sensação de falta de ar causada pela compressão dos pulmões e diafragma no final da gravidez.

Como tratar a tosse na gravidez?

Embora em muitos casos a tosse desapareça espontaneamente ao fim de alguns dias, em alguns casos, a tosse pode tornar-se persistente e necessitar de uma avaliação médica, de modo a determinar a sua origem e decidir qual o melhor tratamento para aliviar os sintomas.

No entanto, a tosse persistente não indica necessariamente a existência de um problema mais grave, podendo ser causada por condições relativamente comuns como alergias, rinite gestacional ou refluxo gástrico.

Como aliviar a tosse durante a gravidez?

Além do tratamento prescrito pelo médico, você também pode tomar algumas medidas para aliviar o desconforto causado pelas crises de tosse:

  • Mantenha-se hidratada – O consumo regular de água, para além de ser benéfico em termos gerais, ajuda a dissolver as secreções, facilitando a sua expulsão. No caso da tosse seca, uma infusão ou chá com mel pode ajudar a diminuir a irritação causada pela tosse e diminuir a sua frequência.

  • Evite o contato com agentes irritantes – Evite manusear produtos que possam causar irritação das vias aéreas, como produtos de limpeza, certos cosméticos, pó ou outras substâncias que normalmente lhe causam irritação. Se não for possível evitar o seu manuseamento, use uma máscara apropriada.

  • Mantenha a cabeça elevada – Manter a cabeça elevada diminui a intensidade da tosse. Isto pode ser especialmente útil se tiver crises de tosse noturnas que perturbam o sono.

Em resumo

A tosse na gravidez é relativamente comum, podendo ser causada por diversos fatores que vão desde a menor eficiência do sistema imunitário a alergias e fatores hormonais.

As crises de tosse não prejudicam o bebê e raramente trazem complicações para a mãe. No entanto, deve sempre consultar o seu médico se os sintomas forem persistentes.

Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterPin on PinterestShare on Reddit

2 comentários em “Tosse na gravidez: é normal?

  • 16 de junho de 2017 em 01:21
    Permalink

    Gente minha esposa ta gravida de 17 semanas e meia. Tem muita tosse seca ha 3 dias e a barriga dela fica bem dura
    Ela diz que sente muita dor oque é

    Resposta
    • 16 de junho de 2017 em 23:41
      Permalink

      Olá, Eloi

      Aconselhamos que consulte o seu médico para averiguar a origem da tosse e obter medicação adequada, pois os episódios de tosse estão claramente a causar desconforto à sua esposa.

      Resposta

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *